19 de set de 2013

Kim Lenz - By: Gabb Cherry Rat

          A ruiva mais amada do rockabilly, pelos homens principalmente, é o alvo da nossa matéria de hoje. Com uma voz inconfundível e um estilo bem marcante, Kim Lenz encanta os corações dos fãs com suas canções.
          Seus pais cresceram na década de 50 e por isso puderam apresentar a Kim Lenz, desde cedo, muitos dos músicos que, mais tarde, se tornariam extremamente influentes no seu desenvolvimento como artista. De Roy Orbison para Jerry Lee Lewis  e Carl Perkins até Janis Martin e Wanda Jackson. Sua mãe, a rainha do rodeio, cresceu em um rancho de Oregon e seu pai passou sua adolescência em Wichita, Kansas, onde ele "dirigiu carros antigos com todos os seus amigos ouvindo Wolfman Jack". 


          Lenz escreve a maior parte de suas músicas e como ela mesma diria “Há um compositor que trabalha dentro de mim”. Durante sua infância ela tocava piano e começou a tocar violão na adolescência. Quando se mudou para L.A. a única rádio que podia ouvir no trabalho só tocava Big Bands, foi então que ela aprendeu o “estilo antigo” para compor suas letras.
 

“Eu passei tanto tempo ouvindo música na minha vida, que quando eu comecei a escrever canções, foi uma transição natural. Eu estava escrevendo músicas antes de eu realmente entender como a estrutura de uma canção deveria ser. Eu já sabia sobre pontes e mudanças de acordes, porque eu senti como precisava ser”, diz Kim Lenz sobre suas canções.
 



Outra coisa muito interessante a dizer sobre as composições de Kim Lenz é que a maioria das músicas são atemporais, falam sobre sentimentos ou coisas que são verdadeiras em qualquer época em que você ouvir.
Muitos artistas contemporâneos de rockabilly vêm se esforçando para recriar esse momento originário da década de 1950. Rockabilly não é apenas um estilo musical específico, mas há toda uma cultura que o envolve e Kim Lenz não é nada se não rockabilly tradicional.


          Tradicional, mas também ousada. Para ela as maiores cantoras do estilo são Janis Martin, Barbara Pittman e claro, Wanda Jackson. Mas é esperado que uma mulher cante country ou folk e o que Kim Lenz quer, é chocar. Cantar canções antigas de rockabilly originalmente cantadas por homens o que com certeza terá um entonação bem diferente se cantadas por uma mulher. “Eu não sei se eu poderia cantar ‘I’ve Got a Rocket In My Pocket’ (Eu tenho um foguete no meu bolso), mas eu acho que eu deveria escrever uma versão feminina” diz Kim Lenz.


E em meio a tantas turnês, Kim Lenz, acaba de lançar mais um disco, chamado Follow Me (2013), além dos outros 3 discos já existentes Kim Lenz and her Jaguars (1998), The One And Only (1999) e It’s All True (2009).
Para saber um pouco mais sobre Kim Lenz, as novidades, datas de shows e etc, entre no site.

Assista o clipe de Zombie For You Love – Kim Lenz and Her Jaguars



 
By: Gabb Cherry Rat







Nenhum comentário:

Postar um comentário